sexta-feira, 9 de julho de 2010

Morreu? Ah, tá... contrate outro

No episódeo dessa quinta-feira do seriado Dr House, um dos membros da equipe de diagnósticos do médico suicidou-se em sua casa.

Após o ocorrido a diretora do hospital disse ao dirigir-se ao Dr House, líder da equipe - Lamento muito sua perda. Ao que ele respondeu - Não foi minha a perda - e ela concluiu - então lamento que pense assim.

Será que racionalismo do Dr House não é um inconveniente no ambiente de trabalho? Será que esse ponto de vista de que cada membro de uma equipe é mais um objeto de trabalho não pode estar tomando conta das organizações profissionais sem nenhum sentimento de irmandade dentro do grupo?

E o sistema home-office, criado para reduzir a logística de deslocamento e perda de tempo no trajeto entre a casa e o trabalho, não tende a esfriar ainda mais o relacionamento entre as pessoas?

São questões como essa que me preocupam, me incomodam e que eu gostaria que não fossem reais na vida das pessoas...