segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Tirando vantagem no falar

A fala é tão comum no nosso dia a dia desde o nascimento que habitualmente deixamos de dar o merecido valor a essa incrível ferramenta de autopromoção.

Já reparou que falta faz a fala? E o quanto ela incomoda quando usada em excesso...

Vou colocá-lo para pensar no quanto a fala é significativa na vida da gente e por fim fazer-lhe uma pergunta: por que damos tão pouca importância ao desenvolvimento da nossa fala? Por que aprendemos inglês antes mesmo de aprendermos a falar corretamente?

Pela fala expressamos sentimentos mesmo sem sermos vistos, e essa é a sua principal característica. Se você souber utilizar bem a fala, seu tom de voz, sua expressão, sua altura, sua eloquência e sua clareza, certamente será capaz de conquistar o mundo!

Diz o ditado que "quem tem boca vai a Roma". E eu digo mais: vai até de graça se souber usar a criatividade e o poder da fala. Exemplo disso foi uma prova do reallity O Aprendiz, onde os participantes foram levados à Itália e não receberam dinheiro para fazer a viagem de volta, cabendo-lhes a criatividade, a argumentação e a fala para conquistar os recursos necessários para o retorno.

Por outro lado, quem não domina a própria fala corre o risco de ser intitulado como tímido, inseguro e outros adjetivos indelicados dando a conotação de uma pessoa fraca. E isso já acontecia desde a época da escola. Lembra dessa época, onde alguns se impunham nem tanto porque tinham força, mas porque falavam com raça? Esse é um dos benefícios da fala: você pode se fazer respeitar.

Mas vamos ao que interessa, que aqui quero abordar o marketing pessoal através da fala.

Vejo muitas pessoas reclamarem que não são aprovadas no processo seletivo apesar do excelente currículo, outras perderem vantagens pessoais por falta de convencimento, e outras até se dizem ruins de "xaveco". Mas eu lhes ofereço uma esperança: aprenda a falar e expressar não apenas o que pensa, mas também o que sente através da fala.

Quando você se sente seguro, sua fala precisa demonstrar isso com vigor, convicção, firmeza, agilidade e clareza. E estou certo de que, se a fala apresentar essas características, seu olhar e gestos certamente a acompanharão.

Para cada tipo de situação sua fala precisa acompanhar uma pitada de emoção. A emoção certa referente ao evento específico, obviamente.

Se você está participando de uma entrevista, por mais intimidado que esteja por aquele grupo de executivos em sua volta, não deixe que a fala expresse apenas a sua calma em responder-lhes, mas a segurança de quem sabe o que diz e não se intimida mediante um ambiente de pressão. Ao invés de gaguejar e trocar palavras até chegar no termo correto, use a pausa, olhe para o vazio e solte a frase com a linha de raciocínio completa, com a mesma certeza de quem disciplina um filho.

O exercício da fala o ajudará a pedir a namorada em casamento, e mais ainda, a pedir a mão dela ao sogro! Com a sua fala você fará uma boa prova oral, mesmo não dominando o conteúdo da matéria. Usando a fala você se desculpará de um erro grosseiro no trabalho sem ser humilhado pelo chefe. Poderá ser também mais bem tratado pelas autoridades de trânsito, pelo gerente do banco e pelos fiscais da prefeitura. E se tiver uma boa fala será ainda um excelente síndico do prédio!

O líder de destaque normalmente tem entre suas qualidades o poder da fala, pois conquista, em qualquer circunstância, o apoio de sua equipe. Um grande líder é um excelente vendedor de ideias, e sua principal ferramenta para alcançar os objetivos juto ao grupo é a sua fala.

Quem sabe falar faz amigos, pois tem o tom de voz adequado para consolar e aconselhar dizendo até a verdade mais dolorida sobre quem escuta.

Veja que toda essa conversa tem relação direta com o seu marketing pessoal, pois a sua aceitação e boa avaliação pelas pessoas depende quase 80% da sua fala!

Então está aqui a dica: para o seu desenvolvimento melhore e aperfeiçoe a fala, pois através dela um mundo infinito de oportunidades pode ser colocado aos seus pés...