quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Quando eu falo em ter Atitude

Nesse novo ano tenho falado muito sobre ter ATITUDE ao invés de desejar sucesso e realizações às pessoas. Isso porque desejar sucesso a alguém que não tem atitude é o mesmo que desejar vitória a quem não está na disputa!

Atitude, meus amigos, é aquilo que te move além do trivial. É o que te faz tomar uma providência qualquer que te leve, ou leve alguém, a um resultado positivo. Por exemplo:

Você está passeando na praça e vê a criança correndo para pegar a bola. A bola passa ao seu lado, e você dá um chutinho nela em direção à criança. Isso é atitude em um evento simples. Ajudou a criança ao invés de esperar que ela chegue esbaforida até a bola que está bem ao seu lado.

Você está caminhando na praia e vê uma lata vazia no chão, bem ao lado do cesto de lixo. Você abaixa e num rápido movimento já colocou-a no devido lugar ao invés de ignorá-la esperando que a próxima chuva a carregue para o já entupido bueiro. Isso é atitude em um ato social.

Esses exemplos são rotineiros, envolvem um aspecto cultural que no Brasil não é padrão, diferente dos países educados, onde as pessoas se submetem a realizar pequenos atos em prol da sociedade, incluindo a si mesmo. Pois por aqui, tem gente que não tem atitude nem para levantar a tampa do vaso sanitário para urinar...

Agora partindo para uma visão mais individual, ter atitude é fundamental para o próprio sucesso, pois ultrapassa a preguiçosa providência de enfrentar fila na casa lotérica para jogar e torcer por algo que não está sob seu controle. Ter atitude significa buscar a própria valorização e desenvolvimento profissional para conquistar melhores salários através daquilo que deponde só de você: seu conhecimento e suas competências.

Note que no dia a dia de trabalho a falta de atitude é o que estaciona as pessoas no mesmo cargo, no mesmo salário e na mesma insatisfação de todo dia. Quem não tem atitude não é feliz, reclama de tudo e de todos, mas pouco faz para melhorar a própria condição de subdesenvolvimento.

Se você vê que uma determinada matéria prima não chegou no tempo certo, ter atitude é ligar cobrando e providenciar uma solução para que a produção não pare.

Quem não tem atitude dá nome aos culpados. Quem tem atitude soluciona os problemas.

Não tem nada pior do que trabalhar ao lado de pessoas sem atitude. As coisas se acumulam, as falhas são frequentes e você precisa ficar cobrando providências e se desgastando com a falta de empenho e interesse para que as coisas avancem e aconteçam com eficiência. E se você cobra atitude de alguém do outro departamento, mesmo que o tema tenha impacto no seu trabalho, ainda correrá o risco de provocar inimizade e conflito.

É por isso que o governo federal está tornando nosso Brasil em um país sem atitude, pois com todos os benefícios e direitos garantidos aos trabalhadores, somados aos benefícios dados a quem não trabalha, somados à falta de investimento na qualificação e somados à falta de educação típica do nosso povo, estamos caminhando rumo a um país cada dia mais preguiçoso, sem iniciativa e sem atitude. Aqui não se tem atitude nem para lutar pela própria sobrevivência, pois o governo sustenta tanto os que precisam quanto os que não precisam de sustento.

Mas naquilo que compete a nós mesmos buscarmos, devemos buscar, sem preguiça e sem esperar cair do céu, pois o sucesso só é alcançado por quem tem atitude e corre atrás. Quem não corre, come as sobras...