quarta-feira, 10 de julho de 2013

Uma simples pergunta para uma boa análise no recrutamento

Por que você está interessado nessa vaga?

Essa pergunta aparentemente fortuita, e que muitas vezes não é levada a sério até pelos recrutadores, pode representar uma boa análise do candidato entrevistado, especialmente para cargos de liderança.

O objetivo dessa questão é medir o potencial de motivação e propósito do candidato para o emprego em questão. Digo isso já descartando os dezenas de candidatos que dirão a mesma coisa: "Estou em busca de desafios, e pretendo promover o meu desenvolvimento nessa grande/respeitada empresa". Elimine todos os candidatos que estudam para entrevistas e já têm frases decoradas para perguntas como essa. Eles são triviais, rotineiros e burocráticos, não combinam com um líder.

Em seguida, cuidado com os candidatos que "precisam trabalhar" e deixam transparecer que sua ambição pela vaga é justamente a necessidade da remuneração, pois sua família blablabla, blablabla, blablabla... Esses ambicionam prioritariamente o salário e, na primeira oportunidade de ganhar duzentão a mais ou algum benefício extra, trocarão de emprego.

Por fim, fique atento aos candidatos que têm algo a oferecer. Quando você perguntar a eles sobre o interesse pela vaga, provavelmente falarão sobre as suas competências e experiências nessa área, e o quanto isso tem de positivo para atender à expectativa profissional e de produtividade da empresa.

Esses candidatos certamente têm foco na profissão e na carreira. Eles sabem onde querem chegar e o que têm a oferecer, o que significa que trabalham por prazer e são motivados naturalmente a dar o seu melhor naquilo que gostam de fazer. Esses profissionais têm propósitos, e no seu íntimo têm como objetivo real aquilo que dizem na frase chavão "estou em busca de desafios e do meu desenvolvimento profissional". Eles estão realmente em busca disso, inclusive de uma ótima remuneração, mas através da sua vontade e motivação em fazer acontecer os resultados e o seu merecido desenvolvimento.

É importante identificar o que motiva um profissional em seu emprego: o salário propriamente dito ou a aposta em mostrar resultado fazendo aquilo que gosta. O segundo tem grande chance em crescer na empresa, enquanto o primeiro será lembrado como aquele que considera-se injustiçado pelo rendimento sempre insatisfatório.

Por isso tome cuidado no momento da entrevista em identificar esses fatores, pois o trabalhador cujo propósito principal é o salário, normalmente pensa mais no que espera da empresa do que naquilo que pode oferecer à ela. Esses não são motivados pelo trabalho em si, cobram sempre algo mais da empresa e provavelmente vão dar mais dor de cabeça do que resultado.

Empresas grandes e grandes profissionais crescem juntos. O resto é consequência natural dos fatos.