segunda-feira, 23 de abril de 2012

Passaporte para o sucesso...


Outro dia escrevi um texto acerca do lutador de MMA Anderson Silva, o Spider, dizendo que ele venceu a luta no Brasil mas perdeu a unanimidade de seus fãs (leia o artigo aqui), e esse tema despertou-me o interesse para discorrer mais a respeito. Porque veja só uma coisa: se você tem uma carreira pública ou artística, pode parecer até redundante dizer que sua meta é agradar ao maior número possível de pessoas. Isso ajudaria na sua própria projeção pessoal para ganho de votos, aumento de visibilidade e conquista de melhores contratos. Mas se você é um profissional ligado à iniciativa privada, que benefícios terá a seu favor contar com a unanimidade de opiniões boas a seu respeito? 

Vamos analisar isso na prática observando três fatores:

Seu carisma – há pessoas que são chamadas de carismáticas, pois independente de suas preferências, crenças, opiniões ou pontos de vista, são amadas e admiradas pelas demais pessoas com quem se relaciona. O carismático emana boas energias, é positivo, otimista, gentil e estimulador. É muito mais fácil liderar pessoas, conquistar favores e a adesão às suas ideias sendo carismático do que não sendo. É difícil que não haja unanimidade de boas impressões a seu respeito se fores carismático, e esse é um ponto a seu favor para conquistar melhores oportunidades e a fidelidade das pessoas.

Seu poder de persuasão – Se você é capaz de persuadir pessoas, ou seja, conquistar a adesão delas às suas ideias, conceitos, projetos e opiniões, então você poderá ter uma opinião unânime de que é uma pessoa vencedora e de credibilidade. Persuadir não é mentir, mas é uma forma de expor alguma situação de modo a ser visualizada, percebida e aceita por alguém, mesmo não concordando 100% com você. Por isso, se uma de suas características for a capacidade de persuadir pessoas, cuide para que o resultado de suas ações tenha sempre como o alvo o bem coletivo, para que aqueles que depositaram em ti a confiança não se sintam lesados ou arrependidos mais tarde, o que mudaria seu conceito de líder para enganador, pois teria agido em benefício próprio iludindo as pessoas.

Seus valores – conquistar a unanimidade exige de você um esforço para resguardar determinados valores, preferências e opiniões para serem debatidos apenas em pequenos grupos, entre amigos, de preferência fechados no mesmo contexto. O fanatismo trabalha contra a unanimidade. É melhor ser flexível. Por exemplo: você pode odiar o PT ou o PSDB, pode odiar o Corinthians ou o Palmeiras, pode ser Cristão ou Ateu, pode odiar os EUA ou o Irã, pode ser homofóbico, racista , contra ou a favor do aborto. Isso tudo é um direito seu. Mas jamais deve expor publicamente aspectos dessa natureza. Isso porque, inevitavelmente, você perderá a unanimidade da simpatia e de opiniões favoráveis a seu respeito, e sem saber por certo em qual proporção. Se você tem uma opinião formada sobre algo relacionado à conduta social, saiba o momento certo de expor seu ponto de vista, e o exponha sempre ponderando as variáveis, demonstrando o respeito que tens à opinião contrária. Um exemplo que tenho visto com frequência é a promoção da frase dizendo que o “vegetariano pensa melhor”. Isso significa que todos os demais são inferiores, o que forma uma imagem muito negativa a seu respeito.
Promova as suas ideias sem criticar a opinião ou a opção alheia. Isso sim é apresentar sinais de inteligência para conquistar a admiração ou a adesão de alguém.

Mas por que estamos falando sobre a unanimidade? Porque quando abordamos o Marketing Pessoal como ferramenta para o aumento do seu valor pessoal e profissional, não podemos deixar de considerar que a unanimidade provoca também a multiplicação de opiniões a seu respeito. E nesse caso, que sejam destacadas as boas! Ou você pode acabar carregando em seu histórico profissional atos irresponsáveis e desnecessários que denigrem seu bom nome (vejam aqui um exemplo clássico e recente do que estou falando).

Pois em uma coisa certamente somos unânimes: é mais fácil sermos bem sucedidos se promovermos nossas qualidades e nossa capacidade de adaptação às diferenças e interesses da coletividade.

*Esse texto foi publicado originalmente no blog Ponto Pessoal, onde escrevo em parceria sobre assuntos relacionados a Marketing Pessoal. Leia o conteúdo também clicando nesse link.

....... Visite a Livraria Cultura e dê um vale presente a quem você ama!