quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Virei chefe... e agora?!

Quem nunca passou por essa situação, um dia pode passar. E a primeira chance de liderar formalmente um grupo de pessoas pode ser traumática ou bem sucedida. O que fazer para que essa caminhada seja positiva? Vou tentar ajudá-los.

É bom termos em mente que algumas dificuldades ocorrem com maior ou menor frequência e também com maior ou menor intensidade. Não quero colocar medo em ninguém, mas é bom sabermos que nem tudo pode ser um mar de rosas quando você é promovido a um cargo de liderança ou é recém contratado para liderar pessoas.

Sua primeira promoção interna

Quando você é promovido na empresa pode ser vítima da inveja de seus companheiros que queriam essa vaga e daqueles que acreditam que você não tem a capacidade ou o preparo necessário para exercê-la. Nesse caso você poderá enfrentar um adversário invisível que tentará minar o seu sucesso sorrateiramente, pois na sua frente fará pose de amigo. Para liderar pessoas nessa situação hipotética (pois você pode demorar para perceber a sua rejeição perante eles, se é que ela existe de fato), é importante que você se aproxime de cada um e procure desenvolver um trabalho em parceria, sem status de autoridade sobre eles. Até que eles se habituem com a ideia de que você é um parceiro de trabalho e não um inimigo, você deverá provar que tem condições de ajudá-los e liderá-los no trabalho e favorecer o resultado positivo no grupo, realizando uma gestão participativa, construindo junto deles a solução das coisas que você queira implantar. Com o passar do tempo sua liderança se estabelecerá gradativamente e sem maiores traumas.

Mas você pode trilhar pelo caminho mais difícil, que é usar de autoridade e implantar seus métodos ou diretrizes via comunicados ou em reuniões onde as propostas já chegam prontas. Em grandes corporações, onde geralmente é promovido de fato profissionais altamente capazes, experientes na função e de confiança inquestionável, esse método pode funcionar.

Quando você é promovido existirá também uma expectativa maior de seus diretores a seu respeito, que irão observá-lo com mais critério para que tenham a certeza de que tomaram a decisão correta ao promovê-lo. Cuidado para não parecer ansioso em mostrar serviço. Não perca seu tempo levando ao conhecimento deles tudo o que você tem feito, isso eles já estarão monitorando. Dedique, com seu superior imediato, tempo para desenvolver projetos, planos e procedimentos, usando da experiência dele para aperfeiçoar suas sugestões. Não vá até ele para pedir ajuda ou para peguntar como fazer, pois se você foi colocado na função é pressuposto que você tenha as noções necessárias para construir uma solução. Use-o apenas para aperfeiçoar suas ideias. Desde que você saiba o que está fazendo, quanto menos você o importunar, melhor.

Você foi contratado para liderar

Se você é recém chegado em uma empresa em uma função de liderança, é bom saber primeiro se houve um processo interno de promoção onde ninguém foi aprovado para essa vaga. Se houve, prepare-se para liderar alguns desmotivados. Se não foi, terá apenas que liderar um grupo de pessoas apreensivas com sua chegada. "Será que ele é legal ou turrão? Será que ele é liberal ou rigoroso?". Serão tantas perguntas na cabeça da equipe que você deve estabelecer um período de reconhecimento de ambas as partes, pois além de apresentar-se como ser-humano e profissional, você também terá que conhecer o seu novo grupo de trabalho.

Nesse contexto, sua chegada deve ser cheia de humildade para promover a aceitação. Considere-se um novato e dê foco em conhecer tudo primeiro para depois opinar e agir onde for necessário. Sente-se com cada membro individualmente, abra o jogo e diga que quer conhecê-lo. Pergunte sobre sua família, sobre suas experiências, como foi que ele chegou a essa empresa, o que ele acha do trabalho, o que ele acha que deveria mudar para melhorar, enfim, converse o suficiente para ter uma fotografia ampla de cada profissional, suas expectativas, medos, etc.

Após essa etapa, arrisco-me a dizer que você já terá avançado a passos largos para ter a aceitação do grupo e liderar com tranquilidade.

A próxima fase, se você se considerar ainda um iniciante nessa atividade, é a mesma sugerida no parágrafo "Sua primeira promoção interna".

E caso você chegue com uma boa bagagem profissional para exercer sua função, já tendo sido líder em outras situações, siga na linha do chefe participativo e promova a integração do grupo nas decisões tomadas através de reuniões frequentes. Apresente suas propostas, estabeleça prazos, peça críticas e sugestões, abra sempre as discussões desafiando quem é capaz de visualizar as possibilidades de erro de cada proposta, a fim de aprimorá-las, enfim, torne a equipe parte pensante, e não apenas operacional, do seu departamento. Isso motiva o grupo e favorece o trabalho.

Por hoje é só isso, espero que possamos aprimorar dia após dia. E já que estamos falando de chefe, sugiro a leitura desse texto que li recentemente: Como ser um chefe mala. E se servir a carapuça... é tempo de mudanças para melhorar.