segunda-feira, 11 de julho de 2011

Batatinha frita no combate à droga... Será?!

A notícia é quente, mas a conclusão é por minha conta. Segundo estudo publicado na Academia Nacional das Ciências (NAS), a gordura presente em alguns alimentos, como frituras, estimula o corpo a produzir substância similar à contida na maconha.

Batatas fritas e salgadinhos chips, portanto, induzem a produção de endocanabinóides, substâncias químicas liberadas no intestino que influenciam o paladar e a sensação de fome. O efeito é semelhante ao da famosa "larica", forte aumento de apetite que dá após o fumo da maconha.

O estudo feito com ratos demonstrou que açúcares e proteínas não afetam a liberação da substância. Mas provou que a presença de gordura na língua sinaliza o cérebro a ativar a fabricação intestinal dos endocanabinóides e, portanto, da vontade de comer.

O estímulo foi importante durante o processo evolutivo dos mamíferos, visto que a ingestão de gordura é crucial à sobrevivência. (Fonte: Marcela Puccia Braz).

E eu aqui pergunto aos meus botões: será que um comedor de chips compulsivo é um potencial consumidor de maconha, ou será que um usuário de maconha pode abster-se de seu vício se passar a consumir regularmente batatinha frita?!

Eis aqui mais um desafio a ser digerido pelo célebre Ronald McDonald...



Gostou desse blog? Dê o seu voto clicando no link, é rápido! Obrigado!!