quarta-feira, 8 de junho de 2011

"Por que você quer sair de seu emprego atual?"

Outro dia participei de um fórum onde a pergunta para discussão foi: "Quando o selecionador lhe pergunta por quê você quer sair da atual empresa que trabalha, o que você considera ser a resposta ideal?"

Eu acredito que a melhor saída é dizer a verdade, desde que você a embase com um plano de carreira. Eu já saí porque o salário não estava de acordo com minhas expectativas e a empresa não oferecia plano de carreira; já saí porque não me senti confortável com a conduta de meus diretores naquilo que influenciava no meu trabalho e nos meus valores; já saí porque recebi proposta de trabalho profissional e financeiramente mais interessante para meu plano de carreira... enfim, desde que você demonstre uma linha de conduta e de opinião não contraditória com os seus valores, não há porque se preocupar em driblar os motivos da saída.

Você tem o direito de não estar feliz no emprego porque não consegue estabelecer um bom relacionamento com seu superior, e pedir as contas sem esconder esse fato em uma entrevista não é nenhum problema. O que vale mesmo é demonstrar que você tem uma linha de conduta e de opinião, e que sua permanência em qualquer emprego dependerá antes de mais nada da sua felicidade, remuneração e projeção profissional.

O entrevistador sabe quando o entrevistado está enrolando, enfeitando ou omitindo algo em suas respostas, não tente ser mais esperto do que ele... seja sincero, transparente e objetivo em suas respostas, isso poderá lhe garantir o próximo emprego.

E pode ficar tranquilo quanto a uma coisa: todos nós temos fraquezas... sua resposta sincera será mais bem vinda do que aquelas de quem só é demitido por corte no orçamento. O entrevistador vê com bons olhos aqueles que reconhecem suas fraquezas e que lutam para aperfeiçoar-se. Vê com bons olhos aqueles que detêm o auto conhecimento e falam com segurança sobre si, inclusive sobre suas percepções a respeito dos problemas ocorridos em outros empregos. Candidato que divaga demais e só elogia os empregos anteriores na maioria das vezes está mentindo ou omitindo, e o entrevistador sabe disso... Dizer que foi demitido porque cometeu um erro grave devido a sua inexperiência na época pode cair muito bem aos ouvidos do entrevistador, demonstra humildade e capacidade de assumir seus erros.

Entre contratar um candidato seguro, que diz o que é perguntado sem rodeios, e um candidato que vive no mundo onde tudo são flores, pode estar certo de que o segundo será visto com desconfiança.

Se precisar fazer críticas ao emprego anterior faça, mas prendendo-se a fatores profissionais e nunca pessoais. Explique sobre sua não concordância quanto ao andamento dos PROCESSOS e não sobre a postura das PESSOAS. Mostre o que estava errado e prejudicando a própria empresa sem fazer críticas de ordem pessoal sobre seu gestor, e justifique sua insatisfação relacionando esses problemas ao seu desenvolvimento profissional. Seu foco é o crescimento e o desenvolvimento profissional, por isso não é pecado expor as situações em que as empresas não estavam lhe proporcionando mais isso.

É claro que deverá usar as palavras certas, parecendo ser sensato e não rude. Não tente fazer com que o entrevistador concorde com você, não busque afirmar-se narrado um fato e perguntando "você não acha?!". Apenas descreva e lembre-se de que cada narrativa deve estar alinhada à sua personalidade e valores.

O entrevistador quer conhecê-lo, dê a ele essa chance. Talvez o que ele procura é exatamente VOCÊ, e montar um personagem com respostas pré-moldadas poderá lhe prejudicar.