terça-feira, 28 de junho de 2011

Justos pode ser o sucessor de Silvio Santos

Sabe daquelas coisas que parecem absurdas, mas que você só vai entender lá na frente? Pois é, ontem parece que comecei a entender uma dessas coisas.

Quando Roberto Justus trocou a apresentação do programa O Aprendiz da Rede Record pelo Topa ou não Topa do SBT, achei que ele havia feito a maior asneira da vida dele. O Aprendiz tem a cara de Justus, e acredito que ele conduzia com muita personalidade o reality show para seleção e formação de empreendedores. De repente surge a notícia de seu contrato com o SBT para apresentar programinhas bem banais para um empresário daquele porte.

Fiquei imaginando: ele não deve estar fazendo isso por dinheiro, já é rico o suficiente para apelar e expor sua imagem em algo que poderia ser feito por Celso Portiolli, Rodrigo Faro, Adriane Galisteu, etc. Mas ele foi, e seguia com aquele discurso de ser um grande sonho tornar-se apresentador de TV.

Ontem parei por acaso no Topa ou não Topa e fiquei ali pensando novamente na minha indignação. E ocorreu-me uma sequência de pensamentos:

1 - Silvio Santos, antes de ser um grande apresentador, é um grande empreendedor. Como Roberto Justus.

2 - Silvio dava dicas de que a fidelidade de Gugu Liberato poderia ser premiada com a sua sucessão. Gugu pulou a cerca, e não passa mesmo de um apresentador...

3 - Silvio gerencia seu grupo de empresas com a autoridade de quem sabe fazer negócios. Como Justus.

4 - O SBT passou por oscilações financeiras, e certamente recebeu capital externo de algum investidor bem próximo que tenha caixa para empreender no ramo de comunicações. Justos pode ter sido "o cara", o novo sócio de Silvio Santos.

Agora juntemos o útil ao agradável, façamos uma convergência de interesses e capacidades, de necessidades e de oportunidades. Há nesse processo um casamento perfeito entre Silvio e Justus!!

E começar a apresentar programas dirigidos ao público alvo de Silvio, o povo, pode ser um treinamento e um aquecimento para que o SBT não perca sua principal característica: ter como âncora nos programas de auditório o próprio patrão. O sucessor de Sílvio, pode estar sendo preparado. Pode ser Roberto Justus.

Na ocasião de sua contratação pelo SBT, "o ego de Justus foi seduzido por Silvio Santos. “Quando o Silvio me chamou na casa dele, ele falou: “Você é uma das poucas pessoas que conheci que tem um perfil parecido com o meu. Você tem talento de apresentador e é um grande empresário’”, afirma." (matéria publicada em 29/06/2009)

Uma especulação meio idiota que bem pode ser uma verdade...