sábado, 25 de setembro de 2010

Cap. 7: A difícil arte de liderar

O assunto relacionado a treinamentos estava esgotando o bom humor do Seu Afrânio. Ele mal podia acreditar na falta de condições de seus líderes internos de preparar seus comandados para a execução das tarefas de rotina.

Num dado momento Afrânio quase jogou a toalha... após passar detalhadamente a tarefa a ser executada para um repositor novato em sua sessão, qual não foi a decepção do velho gestor quando, visitando a filial de noite, passou na área de venda onde havia passado a missão ao garoto e viu que apenas uma pequena parte do trabalho fora executada.

A paciência naquele momento parece que atingiu o seu ápice e transbordou. Foram meses a fio passando aos funcionários e aos encarregados a importância de se executar atividades demasiadamente simples e objetivas de cada função com maior atenção, e parece que nada daquilo conseguia ser assimilado!

No caso do repositor, bastava que ele compreendesse que todo produto exposto deveria ter logo a baixo, no módulo expositor, a etiqueta de preço correspondente. Algo tão simples era incrivelmente mal executado por praticamente toda a equipe, e de todas s filiais. Todos os dias era possível encontrar, em diferentes lugares da loja, etiquetas mal posicionadas, fora do alinhamento com o produto correspondente, ou ausente, ou simplesmente sem o produto exposto.

E a pergunta que não queria sair de sua cabeça era essa: quando é que os encarregados de mercearia vão passar a identificar, eles mesmos, essa deficiência? Por que é que só o Seu Afrânio encontrava os erros, e a equipe de encarregados e gerentes, presentes por pelo menos 8 horas por dia em suas lojas, não eram capazes de controlar isso?

Afrânio estava definitivamente cansado dessa rotina, e foi na mesma noite, durante um banho bem quente, que realinhou suas idéias e decidiu traçar um novo plano de ação.

A idéia foi seguindo na seguinte linha de raciocínio:

1 - A equipe parece não saber medir se seu trabalho está sendo bem feito ou não. Claro, pois na escola, a medida de seu desempenho é avaliada através da nota das provas;
2 - Os encarregados parecem não se convencer da necessidade de se aplicar uma fiscalização diária no trabalho de seus comandados. E, se fazem isso, não estão sabendo dar um feedback a eles a ponto de buscarem por um melhor desempenho na próxima fiscalização.

Com isso Seu Afrânio estabeleceu um novo objetivo: a meta agora era montar um painel de avaliação de desempenho de cada colaborador, entregando a cada encarregado um formulário com itens a serem avaliados. Assim, dia após dia, todos os funcionários teriam seu trabalho avaliado e teriam suas notas expostas no mural interno com o ranking dos melhores e a evolução de cada um.

Afrânio estava feliz por ter encontrado uma solução relativamente simples e prática de transformar um problema de trabalho numa divertida gincana, que poderia perfeitamente qualificar a prestação de serviços de toda a sua equipe.

A motivação voltara ao coração do velho guerreiro, que tinha a absoluta certeza de sua capacidade de retomar o crescimento do seu antigo patrimônio, o Supermercado Feijão com Arroz.