quarta-feira, 13 de maio de 2009

Record deve intercalar a transmissão das Olimpíadas de Inverno com o Carnaval 2010

No ano que vem, em plena época de carnaval, a Record vai sacrificar pelo menos seis horas de sua programação por conta da Olimpíada de Inverno de Vancouver, no Canadá.

Segundo a colunista Keila Jimenez, do jornal O Estado de S.Paulo, a emissora — que possui os direitos exclusivos de transmissão do evento na televisão aberta — pretende enviar cerca de 60 profissionais, entre técnicos e jornalistas, ao local. Já em dezembro, a rede de Edir Macedo começará a abrir espaço em sua programação para boletins e reportagens sobre as modalidades dos jogos de inverno, como o bobsleigh, o combinado nórdico e o skeleton.

Apesar de serem esportes desconhecidos pela maioria dos brasileiros, a Record acredita na força do marketing esportivo que essa transmissão pode lhe dar. “Vamos sacrificar nossa grade, talvez até em audiência, mas queremos nos firmar como a emissora dos esportes olímpicos, e o caminho começa na Olimpíada de Inverno”, afirma o diretor de jornalismo da emissora, Douglas Tavolaro. (Fonte: Marcelo Vilela)

Eu costumo acampar no silêncio das montanhas durante o carnaval, e se pudesse o faria desde janeiro, quando começam aquelas vinhetas durante os intervalos, onde só se fala em samba em todos os canais. Acho que muitos brasileiros adorariam assistir a uma programação alternativa ao carnaval, mas isso na TV aberta é praticamente impossível. A audiência da Record com certeza deve ficar mais baixa que a das demais emissoras, mas com certeza muitos vão se maravilhar com o espetáculo que é a Olimpíada de Inverno, cheia de novidades, arte e deslumbre da natureza nas competições.