segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Emprego novo: comece com o pé direito

Algo que tenho observado nos últimos anos refere-se ao desempenho de jovens trabalhadores quando iniciam no emprego. Não necessariamente no primeiro emprego, mas em um emprego novo onde eles acabaram de ser aprovados no processo seletivo. Lá estão pelo menos perto de atender às expectativas de seu novo patrão e subintende-se que eles estejam satisfeitos e de acordo com a atividade proposta e o salário oferecido para essa nova etapa profissional de suas vidas.

Mas passando pelo primeiro dia de trabalho, pela primeira semana e por fim completando seu período de experiência, o que se observa é uma sucessão de erros e mancadas que ajudam a engrossar a lista de dispensados antes do prazo previsto. Ou seja, quem contrata não espera que o desempenho, o compromisso e o interesse do novo colaborador seja tão insignificante a ponto de dispensá-lo ao término de seu contrato de experiência.

E por que muitos não são aprovados em sua experiência? Não são aprovados porque não observam ou não consideram alguns fatores básicos, mas importantes, aos olhos do patrão. Vamos a eles:

1 - Para o primeiro dia de trabalho prepare-se em casa. Durma mais cedo na noite anterior para chegar bem disposto, pois esse dia será cansativo e monótono. Você irá conhecer a empresa e as pessoas que ali trabalham, participará de um processo de integração, receberá treinamento de algo ou ficará ao lado de alguém que faça as mesmas atividades que você fará. Será um dia relativamente chato, mas ninguém quer ver você bocejando ou com aparência cansada logo no primeiro dia.

2 - Seja pontual e chegue com o café da manhã tomado. A pontualidade é importantíssima durante sua experiência, e a sua alimentação é interesse mais seu do que da empresa. Por isso chegue no horário e de barriga cheia, e jamais pergunte sobre café, lanche ou almoço, deixe que essas informações cheguem naturalmente até você.

3 - Cuide bem da sua aparência, pois a ideia de pessoa organizada, zelosa e responsável começa na primeira impressão que você causará sobre si mesmo. Camisa bem passada e por dentro das calças, sapato conservado, unhas e barbas aparadas, cabelo bem penteado, mulheres levemente maquiadas, etc. Tenha uma imagem simples, discreta, mas bem tratada.

4 - Cuide bem dos seus dentes e do hálito, pois terá que sorrir e se aproximar de muitas pessoas no primeiro dia, e não há nada pior do que começar em um emprego com os vãos dos dentes sujos e um hálito que te deixe famoso pelos corredores da empresa...

5 - Não exagere no perfume. Use desodorante normalmente, mas o perfume deve ser bem discreto, o suficiente para ser sentido somente por quem chegar muito perto de você.

6 - Seja simpático e comunicativo com cada nova pessoa para quem você for apresentado. Imagine que você está em uma festa de casamento onde seu corpo deve estar com boa postura e onde você será apresentado a pessoas novas. Movimente-se sutilmente e com elegância, mantenha o corpo ereto, aperte a mão das pessoas com uma força suficiente para não machucar, mas não tão mole que pareça um preguiçoso. Não precisa puxar assunto com ninguém, nem mesmo se aparecer algum conhecido. Apenas cumprimente as pessoas que te apresentarem e responda o que lhe perguntarem, mas mantenha-se focado em acompanhar aquele que estiver lhe conduzindo. Quando lhe disserem "seja bem vindo" apenas responda com simpatia "obrigado", sem muitas delongas, e permaneça atento ao seu condutor.

7 - Não tente se destacar e nem ficar se promovendo logo no primeiro dia. Não precisa ficar falando de suas experiências passadas aos novos colegas e nem ficar puxando assunto para falar de si mesmo ou para mostrar seus conhecimentos em determinados assuntos. Nesse momento contente-se em ouvir e perguntar para aprender e conhecer mais a respeito da empresa e das pessoas que ali estão.

Passado o primeiro dia de trabalho já estarás ambientado com os novos colegas e com a rotina da empresa. Agora fique atento para outros cuidados que deve ter para superar o período de experiência:

1 - Não atrase e não falte sob pretexto nenhum. Há doenças e desconfortos que te permitem trabalhar. Trabalhe com elas, e se necessário, se estiver muito ruim, peça ao seu chefe que te libere, pois vendo-o doente ele certamente o liberará compreendendo que não há condições de trabalhar. Faltar e trazer atestado médico é um direito seu, mas a maioria das empresas não vê com bons olhos os funcionários que faltam no período de experiência, mesmo por motivo de doença.

2 - Não faça críticas ou reclamações sobre a empresa a colegas de trabalho. Também não critique o trabalho em si ou a forma como a empresa opera determinadas rotinas. Adapte-se ao formato do trabalho atual e tenha paciência para ganhar a confiança do chefe até chegar o momento certo de discutir algo que não lhe pareça ideal e propor uma solução mais eficaz.

3 - Não fale sobre sua vida particular com as pessoas, principalmente se sua vida estiver com dificuldades ou problemas de qualquer natureza. Apenas trabalhe, dê o seu melhor e mostre disposição em tudo o que fizer, guardando os outros assuntos para você e aguardando ter mais afinidade com os colegas para comentar sobre as dificuldades que porventura estejam lhe aborrecendo.

4 - Não peça adiantamentos de salário e nem empréstimos particulares a alguém da empresa. Eu sei que a vida não está fácil e que você pode estar precisando de algum dinheiro com urgência, mas em um primeiro momento, pedir dinheiro antes de ser um funcionário já bem estabelecido gera desconfiança e desconforto, de modo que seu futuro ali passa a ser visto com sinal de alerta.

5 - Não brigue e nem entre em discussões acerca de benefícios trabalhistas. Você é muito novo ainda para reivindicar ou debater melhorias.

6 - Evite falar ou fale o mínimo possível ao telefone. Funcionário novo que atende ao celular ou ao telefone da empresa várias vezes por dia para falar com esposa ou filhos não é bem visto pelo patrão. Aliás, nem funcionário novo e nem funcionário antigo.

Além dessas dicas sobre seu comportamento pessoal nos primeiros meses de emprego há ainda aquelas relativas à execução profissional em si, fato que deve ser impecável em todos os sentidos e que não vou entrar a fundo nesse momento.

Assim, muito cuidado com sua postura quando iniciar em um novo emprego. Faça o possível para impressionar positivamente e mantenha o foco após permanecer empregado. Evite os conflitos e desavenças com os colegas, seja responsável sem parecer um puxa saco do patrão e permita que essa nova experiência seja relevante a ponto de promover a valorização do seu currículo.

Lembre-se que emprego bom não é só aquele que te oferece uma excelente remuneração, mas aquele que promova o seu crescimento e desenvolvimento a ponto de proporcionar um aumento no seu valor profissional na hora de negociar salário nas próximas oportunidades de trabalho.

Leia também outros artigos relacionados a empregabilidade clicando aqui. Vale a pena conferir!!