terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Departamento financiero x RH, segundo Jack Welch

Estava lendo uma das comunidades empresariais em que participo e me deparei com o seguinte fórum de discussão, aberto pela Ana Paula Pinheiro:

"Em vídeoconferência na ExpoManagement, Jack Welch diz os diretores de finanças deveriam ter menos importância do que os de RH. Vocês concordam com ele?"

Minha opinião: Ana, se Jack Welch fosse deus, eu seria ateu... conhece aquela piadinha em que os órgãos do corpo humano estavam disputando sobre o seu grau de importância, e quem deveria ser o líder? O dia que o ânus parou de trabalhar, o corpo inteiro já não conseguiu mais parar em pé, e em vão batia o coração... Assim é uma empresa na gestão de cada departamento. Nem um vive sem o outro. Felipe Massa perdeu um título mundial em 2008, talvez porque numa das provas o staff que abastece o carro no box não retirou a mangueira de gasolina no tempo certo, comprometendo um ano inteiro de trabalho do piloto que terminou em segundo lugar no mundial de F-1. Ou seja, todos precisam buscar ser perfeitos no que fazem, e isso sim faz uma empresa crescer e vencer, com um bom conjunto.

Provavelmente Jack disse isso numa palestra voltada a profissionais de RH, ou com tema dirigido a essa área, pois na posição dele, de um líder empresarial, não deve acreditar de fato nessa colocação e nem assumir isso na presença do seu diretor financeiro.

É perigoso andar em círculos nessa discussão... Já vi empresas (e muitas...) quebrar por má gestão do departamento financeiro, mesmo com um ótimo departamento comercial, que foi contratado e motivado pelo RH.

Mas alguém pode dizer "essa é a importância do RH, pois em uma boa gestão teria identificado que o diretor financeiro não é de competência compatível com a necessidade da organização". Nesse caso, o RH se tornaria o centro do universo empresarial, saberia quantificar e medir o desempenho de todos os outros, e obrigatoriamente teria mais importância do que a função do próprio presidente.

O departamento financeiro sabe dizer se o trabalho do RH está sendo eficiente e rentável para a organização, pois contempla análise de entradas e saídas de recursos. Mas o RH não saberia dizer se o trabalho do financeiro está sendo eficiente e bem desenvolvido pelos objetivos da mesma organização. E agora Jack?!