quinta-feira, 7 de maio de 2009

Patrocínio nos uniformes: inicia-se uma nova tendência?

Observe as duas fotos a seguir, mas não se deixe enganar: o atleta correndo no gramado é jogador de futebol, e o outro é piloto de Fórmula 1...


A pergunta que muitos estão fazendo é a seguinte: não aparenta desvalorização do clube esse excesso de anunciantes na camisa de um time de futebol do porte do Corinthians, que tem mais patrocinadores do que um uniforme de piloto de corrida?

A resposta foi dada na lata por Rosenberg, que foi desafiado por Andrés Sanches a fazer o que fosse necessário para viabilizar a libertadores no ano do Centenário.

Esteticamente é questionável. É claro que uma camisa lisa é mais bonita, mas os fins justificam os meios. Na caça por recursos financeiros, velhos tabus e costumes do mercado da bola precisaram ser quebrados.

Em resumo, para manter um time grande às vezes é preciso agir como time pequeno. Algum problema? O importante é competir... e ser competitivo.